Na segunda-feira, 12 de Abril, a FERJ aceitou a solicitação do Clube de Regatas Flamengo que pedia o adiamento do próximo jogo contra o Vasco. O jogo que seria disputado na quarta-feira, 14 de Abril, passou para o dia seguinte, quinta-feira, às 19 horas (horário de Brasília). O Vice-Presidente do Vasco, Carlos Osório, fez duras críticas contra a postura da Federação, dizendo não ter sido informado sobre a alteração no dia e horário da partida.

PUBLICIDADE

O que se passou foi um absurdo, um desrespeito ao Vasco e ao Campeonato Carioca. Iniciamos o dia com a Federação Carioca mandando a tabela, tudo confirmado direitinho. Na parte da tarde, as áreas técnicas de Vasco, Federação e Flamengo discutiram do jogo na quarta. Por volta de 17h, estávamos no meio da nossa reunião de diretoria, e veio a informação que a Ferj decidiu unilateralmente, sem consultar o Vasco, mudar o jogo de quarta para quinta”, disse, antes de completar ainda disse:

PUBLICIDADE

Nenhuma justificativa pode ser aceita nesse caso. Todos os clubes do Brasil acostumados a jogar no domingo e na quarta. O Flamengo jogou no domingo de manhã. O Vasco fez toda sua programação baseada no jogo na quarta. De repetente vem essa decisão unilateral que não pode ser aceita. Não faz sentido nenhum, no século XXI, ter essa postura da Federação. Não se muda um jogo a poucas horas sem um contato inicial com as duas partes. A postura da Ferj marca uma subserviência que se tem em relação ao nosso rival. O Vasco não quer privilégios, mas não aceita diferenças”, finalizou o Vice do cruzmaltino.

PUBLICIDADE

O Clube ainda emitiu nota de repúdio sobre a atitude da FERJ. Porém, ainda assim, o clássico está confirmado e será realizado nesta quinta-feira (15), no Maracanã, às 19h (horário de Brasília). Com transmissão do NETFL AO VIVO.