Na grande final da Champions League, o FlaBasquete fez história ao vencer o Real Estelí por 84 a 80 na noite desta terça-feira (13), no ginásio Alexis Argüello, na Nicarágua, e conquistar pela primeira vez o título do torneio, sendo bicampeão das Américas. O destaque da partida pelo lado rubro-negro foi Hettsheimeir com 21 pontos. Vale ressaltar que o Orgulho da Nação terminou a competição sem nenhuma derrota.

PUBLICIDADE

O FlaBasquete começou com tudo e, com apenas três segundos, Lucas Martinez mostrou logo o cartão de visitas e acertou uma bola de três. Yago fez bela jogada individual e deixou Hettsheimeir na boa para fazer mais dois pontos. O Real Estelí estava bem na partida e conseguiu abrir uma vantagem no placar. Martinez novamente converteu pra três, seguido por Hettsheimeir e Yago, que também anotaram de fora do perímetro. Em jogo muito equilibrado, os donos da casa terminaram o período com um ponto na frente: 25 a 24.

PUBLICIDADE

O time rubro-negro voltou para o segundo quarto com Diego Figueredo e Rafael Mineiro em quadra. Leo Demetrio recebeu linda assistência do argentino e cravou mais dois pro Fla, que passou à frente no marcador. Lucas Martinez mostrou que realmente estava com a mão calibrada e converteu outra bola de três. Marquinhos recebeu livre e arremessou para mais três pontos. O Real Estelí cometia muitos erros e o Mais Querido aproveitava para pontuar. Jhonatan Luz, da zona morta, anotou mais três e colocou oito pontos na frente. Hettsheimeir se destacava na partida com 15 pontos. O Orgulho da Nação foi para o intervalo com sete pontos de vantagem: 44 a 37.

PUBLICIDADE

Os primeiros pontos do Flamengo no terceiro período vieram das mãos de Lucas Martinez. Marquinhos, em bela jogada de infiltração, anotou mais dois e, na sequência, converteu para três. O Mengão fazia um ótimo quarto, trabalhando bem as bolas no ataque e ampliando a vantagem no marcador. Hettsheimeir e Marquinhos eram os grandes destaques do Fla no jogo, tanto nas jogadas ofensivas quanto defensivamente. Leo Demetrio acertou uma bola de três em um momento importante do quarto. O Orgulho da Nação continuou na frente: 67 a 60.

No último quarto, o Real Estelí cresceu no jogo e deixou o confronto eletrizante. Quando os donos da casa encostaram no placar, Yago converteu uma bola de três importantíssima para o Fla. Novamente, o Monstrinho rubro-negro chamou a responsabilidade e fez uma bela jogada de infiltração, anotando mais dois. Faltando pouco mais de três minutos para terminar, o Real Estelí passou à frente no marcador. Bem postada, a defesa rubro-negra trabalhava muito bem e conseguia bloquear os ataques do adversário. Num final emocionante, o Orgulho da Nação passou a ter vantagem no placar novamente e soube controlar o jogo até o último segundo, conseguindo uma vitória histórica para o basquete rubro-negro, que se sagrou bicampeão das Américas: 84 a 80. Veja os maiores pontuadores da final pelo rubro-negro:

Destaques

Rafael Hettsheimeir – 21 pontos;
Yago Santos – 16 pontos;
Marquinhos – 15 pontos;
Luke Martinez – 12 pontos.