No próximo dia 27, Flamengo x Palmeiras se enfrentam em Montevideo, Uruguai, pela grande decisão da Libertadores da América. O jogo promete pegar fogo, onde o time que vencer se igualará em número de títulos com o Santos, São Paulo e Grêmio, trio que conquistou a competição por três vezes.

Hoje, é unanimidade que o Palmeiras vive um momento muito melhor que o Flamengo. Mesmo assim, o goleiro Weverton, do Palmeiras, tratou de negar que o time paulista tenha algum tipo de favoritismo para a decisão.

Muita coisa se fala. Dentro da semifinal a gente tinha quase dois meses, agora tem um pouco mais de quinze dias e muita água está passando debaixo da ponte. Uma hora o Palmeiras está num momento ruim, outra hora o Flamengo não está num momento tão bom, mas a gente sabe o tamanho das camisas, o quanto elas são pesadas e o quanto são históricas. Num tipo de jogo desse, não existe favorito e, sim, uma grande partida, um grande jogo, onde as duas equipes tem capacidade e jogadores de alto nível para vencer“.

Assim que foi decidido os clubes que disputarão a Libertadores, o favoritismo era dado para o Flamengo, que vinha de uma série de vitórias e ainda vinha jogando muito bem com o técnico Renato no comando. Hoje, o Palmeiras vem de uma série de bons resultados seguidos no Brasileirão. Por outro lado, o Flamengo praticamente deixou a briga pelo Brasileirão, focando apenas na final da Libertadores.

O técnico Renato Gaúcho vem sendo muito pressionado. Torcedores esperam uma melhora do futebol antes da final da decisão. Existe uma cobrança por parte dos flamenguistas para que a diretoria o demita antes mesmo da decisão, optando por outro treinador que possa melhorar o futebol da equipe.

Porém, as chances disso acontecer são mínimas. Mesmo que Renato seja demitido e o Flamengo contrate outro treinador, já estaria em cima da Libertadores, onde poucas mudanças poderiam se feitas para o duelo.