O atacante Pedro iniciou a partida contra o Unión La Calera no banco, mas entrou no segundo tempo e conseguiu fazer mais um golaço para a sua coleção. Em grande jogada individual, ele anotou um belo gol e fechou a goleada do Flamengo por 4 a 1 pela Libertadores. Após a vitória, ele deu uma declaração sobre sua concentração e o fato de contribuir com o time.

PUBLICIDADE

“Fico feliz por estar contribuindo com mais um gol, mesmo com pouco tempo em campo. Você tem que estar mentalmente forte, aproveitando cada segundo em campo. Flamengo pede isso, concentração total, não só pros 11 que começam jogando. Quem está no banco também tem que estar atento pra entrar 100%. É o que venho fazendo. É continuar trabalhando forte nos treinos, para sempre que entrar dar conta do recado”, afirmou.

PUBLICIDADE

Pedro ressaltou a assistência do companheiro Vitinho que também iniciou a partida no banco de reservas, e a frieza para limpar os marcadores e finalizar de cavadinha.

PUBLICIDADE

“O Vitinho fez uma grande jogada ali pela direita, deu um passe firme, dominei bonito. Ameacei dar no Gabi, driblei pra dentro e veio outro dando carrinho. Se eu chuto, ia bater nele. Dei mais uma para a direita e o goleiro saiu, tive que cavar. Todo atacante tem que ter essa frieza na frente do goleiro. Graças a Deus pude contribuir com um gol bonito, ajudar o Flamengo a sair com a vitória. Mas ali tem que ser frio na frente do goleiro”, disse o atacante que ainda completou falando sobre a parceria com Gabigol.

“Eu e Gabi nos entendemos muito bem. Jogamos contra o Volta Redonda e nos sentimos bem em campo, hoje novamente pudemos jogar juntos. Sempre bom jogar com atleta de qualidade do lado: Gabigol, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique… Quem entra ali, entra para dar o melhor para o Flamengo”, concluiu.