O Flamengo empatou em 2 a 2 com o Grêmio nesta terça-feira, em último jogo antes da final da Libertadores. O Flamengo teve a sua última chance de colocar pressão no Atlético-MG e voltar a briga pelo titulo, já que ao mesmo tempo que o Flamengo vencia, o Atlético-MG estava tropeçando em São Paulo, diante do Palmeiras.

O Flamengo ficou com um jogador a mais assim que abriu o placar, com Vitinho. Em seguida, Vitinho também fez o segundo, situação que deixava o Flamengo muito próximo da vitória, resultado que colocaria o Flamengo novamente na briga do Campeonato Brasileiro.

Porém, Renato fez algumas mudanças na equipe que poucos flamenguistas entenderam. A principal foi a saída de Vitinho, jogador que não é considerado titular e que fez os dois gols do Flamengo no jogo. Renato sacou o atacante para colocar o volante Piris da Motta, recuando a equipe mesmo com o placar a seu favor e um jogador a mais.

O torcedor flamenguista então ficou se questionando se Renato teria facilitado a vida para o Grêmio, seu time de coração. Um repórter questionou Renato na coletiva, porém, o treinador não gostou nada da pergunta.

Isso é um tipo de pergunta que me ofende. Porque eu sou profissional, trabalho em um grande clube, assim como o Grêmio. Minha equipe sempre vai jogar para vencer. Então é preciso tomar um pouco mais de cuidado. Você (repórter), no caso, em termos de pergunta. Porque uma pergunta dessas está desrespeitando o profissional. E acredito que você tenha visto o jogo. O jogo foi bastante pegado, poderíamos, inclusive, ter vencido, até porque tivemos um jogador a mais. Mas, volto a repetir, é uma pergunta que ofende qualquer profissional.