Coluna do Fla: O Flamengo passou por cima do Bangu e venceu por 3 a 0, demonstrando supremacia do início ao fim da partida. Envolvente, o Rubro-Negro colocou o Alvirrubro na roda e, mesmo sendo estreia do time principal na temporada, ganhou o confronto com propriedade. Por isso, o jornalista Renato Maurício Prado elogiou a atuação do Fla e comparou com o desempenho do time de 2019, que venceu o Brasileirão e a Libertadores daquele ano, comandado na época por Jorge Jesus – atualmente no Benfica.

PUBLICIDADE

— Gostei e gostei muito. Eu tinha medo de que o Rogério voltasse a flertar com o tal jogo posicional, voltasse a botar o Bruno Henrique preso na esquerda, o Everton Ribeiro preso na direita e coisas que ele já disse em entrevista até que ele gosta, mas para a minha surpresa e para a minha alegria, eu vi hoje o Flamengo muito parecido com o time do Jorge Jesus, um time se deslocando por todas as partes do gramado, com alta rotatividade -, disse Renato. Ele ainda prosseguiu:

PUBLICIDADE

— Ora você via o Gerson na esquerda, ora você via o Gerson na direita, o Everton Ribeiro andou se aventurando também pela esquerda, o Bruno Henrique caiu por todos os lados do campo, trocas de passe interessantíssimas, uma jogada ensaiada, olha só, o Rogério Ceni enfim apresenta uma jogada ensaiada numa cobrança de falta em que ele faz o levantamento sobre a área sim, mas não para quem está ali no bolo e sim para o Filipe Luís, que entra sozinho pelo lado esquerdo, o Filipe Luís cabeceou mal e perdeu o gol, mas mostrou ali que algo está sendo ensaiado -, completou no programa Fim de Papo, do Uol Esporte.

PUBLICIDADE

O Flamengo de Jorge Jesus costumava ser agressivo na marcação e não deixava o adversário respirar, além de demonstrar superioridade com a bola nos pés. Por isso, o jornalista viu semelhanças e disse que a partir de agora o Rubro-Negro passou a ter a cara de Rogério Ceni, com identidade semelhante ao do treinador português.

— Eu fiquei impressionado sinceramente com a maneira de jogar do Flamengo, agora eu vou chamar, do Flamengo do Rogério Ceni, porque realmente é essa a melhor forma de o Flamengo jogar, é assim que esse time e esses jogadores rendem mais, com liberdade para fazer trocas de posições, com triangulações pelo meio, com jogadas boas também pelas pontas, esse é o time, é esse o futebol desse time do Flamengo, não importa se o Jesus, se é o Ceni, se é quem for, é essa a melhor maneira desse time do Flamengo jogar -, analisou o jornalista antes de concluir:

— Mostrou um futebol realmente encantador, marcando lá em cima. A linha de zaga do Flamengo hoje jogou na intermediária do Bangu, com o Jesus jogava no meio-campo , Rogério Ceni deu um passo adiante, botou para marcar na intermediária do adversário. Claro, era o Bangu, é diferente, mas o espírito de jogo, a forma de jogar, a liberdade que esses jogadores precisam, o Rogério Ceni deu hoje -, encerrou.