O Flamengo vem de uma sequencia de três vitórias seguidas e voltou a dar esperança a torcida com relação a ao titulo do Brasileirão. Com Rodrigo Caio lesionado, o técnico Rogério Ceni resolveu improvisar o volante Willian Arão na zaga, ao lado de Gustavo Henrique, e a ideia tem funcionado. Deste modo, um dos setores mais elogiados durante essa sequencia de triunfos é o defensivo.

PUBLICIDADE
Gustavo Henrique-Flamengo

Gustavo Henrique-Flamengo

Com a nova dupla de zaga, o Flamengo melhorou sua média de gols sofridos, tanto que dos últimos seis duelos, o atual campeão nacional não sofreu gols em quatro oportunidades. Pode-se dizer que a ideia de Rogério Ceni fez com que ambos atletas melhorassem suas imagens com a torcida, já que os defensores vinham sendo bastante criticados. Hoje, a dupla é uma das principais peças da boa fase do time carioca.

PUBLICIDADE

Últimos seis jogos do time carioca

Goiás 0 x 3 Flamengo – 30ª rodada
Flamengo 2 x 0 Palmeiras – 31ª rodada
Atlético-PR 2 x 1 Flamengo – 32ª rodada
Grêmio 2 x 4 Flamengo – 23ª rodada (Jogo atrasado)
Sport 0 x 3 Flamengo – 33ª rodada
Flamengo 2 x 0 Vasco – 34ª rodada

A última rodada do Brasileirão foi importante para o time carioca, já que os comandados de Rogério Ceni conseguiram diminuir a diferença – que era de quatro pontos – para dois com relação ao líder da competição, Internacional, que ficou no 0 a 0 diante do Atlético Paranaense fora de casa. Vale lembrar que o rubro-negro, assim como o time colorado, depende apenas de si para levantar a taça do torneio nacional, visto que ás equipes se enfrentarão na penúltima rodada da competição.

Próximo compromisso

Com a vitória diante do Vasco na última rodada, o rubro-negro subiu para 64 pontos na tabela, dois atrás do Inter. Deste modo, o time carioca já pensa em seu próximo duelo pelo torneio nacional, que será contra o Bragantino, fora de casa, domingo (07), às 20h30 (horário de Brasília), no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

LEIA MAIS

Bruno Henrique chega aos 100 gols na carreira e comemora: “Sempre acreditei”

 

 

 

 

PUBLICIDADE